Mercedes-Benz S55 AMG “Fake” (W140)

Salve salve amigos e leitores do Carros Raros BR!

Como eu havia dito no post anterior, teremos uma trinca de Mercedes da linha AMG, ou melhor teríamos. Não entendeu? então veja abaixo:

Merdedes-Benz S55 AMG (1-1)[1]  Mercedes-Benz S55 AMG. Será??? 

Para muitos, este é um Mercedes-Benz S55 AMG. Foi o que eu pensei quando eu o encontrei em Baln. Camboriú / SC. Estava treinando ciclismo quando me deparei com este exemplar. Parei e saquei as fotos.

Merdedes-Benz S55 AMG (2-2)[2] Um belo esporte fino da Mercedes-Benz, mas não era um AMG “legítimo”!

A cor branca, o porte do modelo e o modelo em si me fizeram admirar o carro por um bom tempo, e as rodas e o logo AMG me levaram a crer que eu estava próximo a um verdadeiro AMG, até então um “S55”.

Merdedes-Benz S55 AMG (3)[3]  Já viram um “AMG Fake”? Eu já ! O.o*

Eu mesmo podia jurar que era um AMG legítimo, até porque eu tenho um exemplar da revista Quatro Rodas (Editora Abril) onde mostrava um desses com motor V12, mas como fazia tempo que não lia os meus exemplares antigos da minha coleção eu nem lembrava em que edição o tal carro apareceu, e muito menos se era alguma versão preparada por tunners “não oficiais” da Mercedes, como a Brabus.

Mercedes-Benz S420 rodas AMG (1-1)[1] Mercedes-Benz CL420 (W140) “Série 2” com rodas AMG.

Enquanto eu fazia a pesquisa no Google, eu conversava com o amigo e companheiro de blog Leonardo Silva (editor e “virtual tunner” do blog Bizarrices Automotivas) no MSN sobre os posts do “BA” e do Carros Raros BR. Comentei com ele que o próximo post seria do então “S55 AMG”, tanto é que enviei uma das fotos a ele. Logo de cara ele disse: “-Isso não é um S55 nem fu@#$%do!"-Nunca teve Classe S coupé”, complementou. Fazia sentido, pois todas as vezes que digitava o nome do modelo no Google só aparecia a versão sedan com 4 portas, e nada do coupé.

Mercedes-Benz S420 rodas AMG (2-2)[2]  Mercedes-Benz CL420 “Série 2”.

Vendo isso comecei a pesquisar também no Wikipédia, já que lá era possível descobrir o código do fabricante. Pesquisando lá encontrei o código W140, e então comecei a “fuçar” neste modelo. O mais próximo que encontrei nos dados e fotos foi um 600SEC com rodas da AMG, mas nada se ser um AMG “da cabeça aos pés”. Pensei: “mas que raio de carro é esse então ?!?!?!”Seria um veículo especial para o Brasil?!?!”  E as perguntas se multiplicavam na minha cabeça.

Mercedes-Benz 500SEC (1-1)[1] Mercedes-Benz 500SEC (W140) “Série 1”

Quando estava quase desistindo, lembrei do meu “oráculo” que conheci no blog Carros Inúteis (do amigo e parceiro do blog Russel Moraes). Pensei: “vou enviar um e-mail pra ele e ver o que ele consegue descobrir”. E minhas suspeitas estavam certas: o carro não era um S55 AMG, e sim um S500 ano 1995 de código GA70W (não sei o que significa isso, mas ainda vou pesquisar.)

Mercedes-Benz 500SEC (2-2)[2] Mercedes-Benz 500SEC (W140) “Série 1”

Quem diria: até eu que me julgava um bom conhecedor de carros levo esse “tombo”! Bom, pelo menos sabemos que de AMG aquele carro só tem as rodas e o logo, e nada mais!

Breve Histórico:

A estréia mundial do coupé Série SEC (com código W140) ocorreu em Janeiro de 1992 no North American International Auto Show. em Detroit. Curiosamente, a versão só foi apresentada na Europa apenas 2 meses após o evento norte americano, no Salão Automóvel de Genebra. De inicio, as versões disponíveis eram 2: o 500SEC e 600SEC, que ambos eram derivados do sedan correspondentes da série em relação ao W140. Ambos foram equipados de fábrica com muitos extras se comparado a versão sedan. Tecnicamente, a base era a mesma dos S500 sedan, mas no ponto de vista estético/estilístico, se mostravam mais independentes se comparados com a versão anterior, a W126.

Merdedes-Benz S500 desenho (1-1)[1]  Um dos desenhos já com as formas definidas do até então W140

Com desenho claro, calmo e de formas sutis logo mostravam que esportividade não era a praia deste modelo. Mesmo assim, foi sucesso de crítica pelos entusiastas da marca, levando a marca ao posto dos mais conhecidos no mercado mundial. A partir de Junho de 1993, a linha muda de nome passando a se chamar S500/S600 Coupé. Em março de 1994 a linha ganha uma versão “de entrada” da série, o S420, equipado com motor V6 de 279HP. Em um informe publicitário de 1994 a marca tocou logo no lado emocional dos entusiastas. Traduzindo “por cima” dava mais ou menos isso: “O mais novo clássico da marca já está disponível”, e na apresentação apareciam os modelos 500K Kompressor, um Roadster 300SL e um coupé 300SC.

Mercedes W126 e W140 (1-1)[1] Mercedes 500SEC (W126) e seu sucessor, o S500 Coupé (W140)

A partir de Maio de 1996, a série ganha um novo cambio automático de 5 marchas e um sistema de estabilidade, o ESP (Electronic Stability Program) . Com o novo cambio, aliado ao ESP, o modelo conseguiu ser mais econômico e mais seguro, sendo considerado pela revista americana Road & Track “um rei digno da Classe S”. Em Junho de 1996 o modelo muda de nome novamente, passando a ser chamado de CL600. Novos itens foram incorporados, como sensor de estacionamento PDC (Parking Drive Control), faróis de Xênon, air-bags laterais e sistema de detecção de passageiro no banco dianteiro, além do Cruise Control. A série W140 saiu de linha em 1998, dando lugar a nova série, a W220.

Ficha Técnica: Mercedes-Benz S500 (W140) 1993

Motor: Dianteiro, longitudinal, 8 cilindros em “V”, dispostos a 90°, 32 válvulas DOHC (4 válvulas por cilindro). Bloco em liga leve e alimentado por injeção eletrônica de combustível Bosch LH Jetronic.
Cilindrada: 4973 Cm³
Diâmetro X Curso: 96,5 mm x 85,0 mm
Taxa de Compressão: 10,0 : 1
Potência Máxima: 320HP @ 5600 RPM
Potência Específica: N/D
Torque Máximo: 470Nm @ 3900 RPM
Torque Específico: N/D
Cambio: Automático 4 marchas, tração traseira
Suspensão: Dianteira: Duplo Wishbone, com molas helicoidais, amortecedores a gás e barra estabilizadora
Traseira: Eixo multilink, com sistema hidropneumático de controle de nível, molas helicoidais e barra estabilizadora
Freios: A disco ventilados nas 4 rodas com ABS. Sistema hidráulico duplo e reforço de freio a vácuo. Freio de estacionamento com acionamento por pedal
Rodas e Pneus: Rodas de liga leve 2J x 18H, com pneus 255/45 ZR18
Dimensões: Comprimento: 5,06 M
Largura: 1,91 M
Altura: 1,45 M
Entre-Eixos: 2,94 M
Peso: 2080 Kg
Desempenho: Velocidade Máxima: 250Km/h (limitado eletronicamente)
Aceleração 0-100 Km/h: 7,2 S
Consumo: Urbano:N/D
Estrada:N/D

Fontes: Site MB-W140.DE (traduzido pelo Google Translator)

Fotos: Kiko Molinari Originals® e Divulgação

Texto e edição: Kiko Molinari Originals®

Colaborou com este post: Leonardo Silva e “O Oráculo”

4 Response to Mercedes-Benz S55 AMG “Fake” (W140)

21 de março de 2011 12:23

Classe S coupe?? Essa é nova pra mim, mesmo o carro sendo antigo!

21 de março de 2011 19:21

Pode acreditar !!! Nem eu mesmo sabia o.o*

Tam o link logo abaixo do post, já traduzido, onde conta a história do modelo.

Abraços
Ass
Kiko Molinari

10 de outubro de 2013 03:56

Descobriu o que significa GA70W?
Tenho uma duvida neste VIN que nao consigo decifrar.
Veja se consegue : WDBGA70W3PA162958
Abraços

29 de janeiro de 2017 00:03
Este comentário foi removido pelo autor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Copyright © 2010 Carros Raros BR. Todos os direitos reservados.
Blogger Template by Anshul Theme By- Simplywp. Adaptado por Rafael.